terça-feira, 6 de julho de 2010

Goa Trance

Esses dias fiquei me perguntando, como surgiu o Goa Trance? É claro que estou certa de seu criador, e por estar certa disso, fiquei imaginando uma história incrível por trás do surgimento do Goa Trance.
Então fui em busca e descobri que realmente existe uma história  incrível por trás de tudo isso. E como não sou uma pessoa egosísta vou compartilahar com vocês! hehehe...
Bom a maioria já deve ter pesquisado, e já sabe sobre o surgimento do Goa Trance. Então leve isso como uma homenagem ao nosso  mestre Goa Gil, criador do Goa trance. E pra quem não conhece, disfrute e conheça essa vertente, que na minha opinião é o verdadeiro TRANCE!


Gilbert Levey (a.k.a Goa Gil) nasceu em Sâo Francisco, no estado da Califórnia em 1951. Durante a adolescência, integrou o movimento hippie e, aos 18 anos deixou os Estados Unidos. Partindo para uma viagem espiritual, viajou a Índia em meio ao decaimento do movimento hippie.
Ele fez parte de um movimento que levou milhares de pessoas aos ambientes exóticos de Goa (uma ex-colônia portuguesa na Índia). Gilbert começou a mostrar aos indianos o rock americano, até o momento em que teve um contato mais profundo com a música eletrônica. 

Goa Gil: "Comecei a ouvir música eletrônica e encontrei aí a combinação perfeita entre ritmos tribais do passado e sons futuristas, sintetizados, quase alienígenas. A música tornou-se um ciclo completo, do tribalismo ao cibertribalismo o que traduz de forma perfeita os tempos atuais. Quando toco, toda a música e a comunhão que dela deriva devem elevar-se ao espírito cósmico. Isto era o que os antigos xamãs e grupos tribais de todo o mundo faziam em tempos remotos. Eu me limito a atualizá-lo."
Ele, que sempre foi músico, passou a aprender yoga com gurus no himalaya. E durante estes tempos passou a unir música e yoga em algo que soasse novo e marcante. Pretendia realizar a renovação de rituais tribais para o século 21 usando as festas como um meio de elevar sua consciência, onde os participantes sentissem a experiência de dançar em transe e entrar em sintonia consigo mesmos por alguns momentos.
Foi assim que nasceu o chamado Goa trance. Inicialmente melódico e muito carregado dos elementos orientais, foi levado à Europa, onde aos poucos se multiplicaram festas inspiradas no estilo de Goa. As festas foram aumentando de tamanho, atraindo mais e mais pessoas, e trazendo a tona um revival das velhas aspirações dos movimentos hippie e da contra cultura. Isso explica o processo de fusão cada vez mais nítida do velho rock'n roll às batidas hipnóticas da música electrónica e dos elementos orientais.
Possui características intrísecas como o constante uso de melodias repetitivas com pequenas variações que se sobrepõe em diferentes elementos, multi-camada, formando um som bastante hipnótico que cumpre a função de levar o transe através da repetição. Além disso, apresenta bumbo característico com pitch menos elevado, trechos de mantras indianos e efeitos psicodélicos. Resultando assim numa música mais orgânica, mais facilmente assimilável, que estimulava não só estados próximos ao transe místico (associados aos mantras indianos, por exemplo), mas também uma maior harmonia com os ambientes naturais e ao ar livre. Levava os participantes a experimentar uma atmosfera celebrativa muito especial, não só a partir da música, mas de uma vivência única de liberdade e tolerância, da dança sem regras, das viagens psicadélicas e espirituais.

Goa Gil: "Desde os princípio dos tempos, os homens usam a dança e a música para se ligarem a natureza e ao universo. Nós estamos usando o Trance para iniciar a reação de consciência… Durante a experiência trance (dançando e ouvindo), esperamos que algumas pessoas comecem a ficar mais sensíveis e conscientes de si próprios e das consequências do caminhar da humanidade, assim como das necessidades do planeta… E daí que vem o entendimento próprio e a compaixão. Essa é a necessidade agora, é o verdadeito estado GOA da mente."
Goa Gil é capaz de transformar as festas onde toca em verdadeiros rituais cerimoniais, buscando sempre a conexão entre batidas eletrônicas, espiritualidade e música, sem deixar ninguém ficar parado. Apesar da idade, ele continua exibindo uma de suas principais características: a enorme resistência física no palco, podendo tocar, sem dificuldade, por horas (seus sets podem chegar a 24 horas ou mais contínuas de duração). Suas experiências mudaram para sempre o rumo de muitos jovens que sequer conhecem sua existência ainda hoje.


Sinceramente... acho que nasci na época errada!!
Eu ainda não tive o privilégio de ver ele tocando e, entrando na mente das pessoas com suas músicas.
Nem de entrar em transe, no estado "Goa", como ele mesmo diz.
Mas um dia eu chego lá! :P

Bom segue abaixo o link com uma música do Goa Gil, quem quiser pode baixar gratuitamente. E pode encontra e baixar mais músicas também!

Goa Gil - Spiritual Trance

6 comentários:

  1. ótima postagem com bastante detalhes gostei muito. parabéns, continue assim!

    ResponderExcluir
  2. ...traigo
    sangre
    de
    la
    tarde
    herida
    en
    la
    mano
    y
    una
    vela
    de
    mi
    corazón
    para
    invitarte
    y
    darte
    este
    alma
    que
    viene
    para
    compartir
    contigo
    tu
    bello
    blog
    con
    un
    ramillete
    de
    oro
    y
    claveles
    dentro...


    desde mis
    HORAS ROTAS
    Y AULA DE PAZ


    COMPARTIENDO ILUSION
    LUANA SANTANA

    CON saludos de la luna al
    reflejarse en el mar de la
    poesía...


    AFECTUOSAMENTE : OS DESEO UNAS FIESTAS ENTRAÑABLES 2010- Y FELIZ AÑO 2011 CON TODO MI CORAZON….


    ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE ACEBO CUMBRES BORRASCOSAS, ENEMIGO A LAS PUERTAS, CACHORRO, FANTASMA DE LA OPERA, BLADE RUUNER Y CHOCOLATE.

    José
    Ramón...

    ResponderExcluir
  3. ouvi bastante sons.. mas os Goa trance mais modernos pra min sao sensacionais! pq tem pesos e um som animal. pedra branca e bom mas e mto psicodelico d++... artistas como o star-x e Soli-Ohm tem servido de boa liçao pra mtos tranceiros q adoram trancender ouvindo um bom Goa pesado e ardente!! vale a pena conferir..
    abraçao galera

    brunothecaras@hot

    ResponderExcluir
  4. oi sou o merreu sou amigaõ do goa gil todas as vezes q tocou em bh estive com ele gostaria q ele retornasce amo o goa gil o pai da musica merreuarson77@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  5. legal amiga só acho q não foi exatamente ele o cara q criou tudo, penso que o som veio surgindo da fusão de várias coisas, ele foi um dos, sem dúvida estava lá ao vivo.
    bj keep plur
    lzromeu@uol.com.br

    ResponderExcluir

Comente, dê a sua opinião! :)